Publicado em Deixe um comentário

“A Natureza da Mordida” consolida Carla Madeira como uma artista da palavra

A realidade nos escapa
como um peixe que arrancamos da água com as mãos,
enquanto os agarramos a ela como náufragos.

A força narrativa, cheia de ritmo e precisão de Carla Madeira ressurge em “A Natureza Mordida”, seu segundo romance, lançado pela Quixote+Do Editoras Associadas. A autora se firma como uma excelente contadora de histórias. E vai além. A autora – revelada brilhantemente em “Tudo é Rio” – se reafirma como uma artista da palavra, que trabalha a linguagem como o fazem os poetas – como prenunciou o professor de literatura brasileira Antônio Sérgio Bueno. Quando menos esperar, o leitor estará fisgado e enredado por uma história que irremediavelmente o morderá.

Carla Madeira revela que “A Natureza da Mordida” foi um “desafio
diferente como autora”. Em seu primeiro romance,”Tudo é Rio”, o narrador é onisciente, tem conhecimento de tudo, conhece a fundo cada personagem. Já “A Natureza da Mordida” é uma história contada pelos personagens. “Como autora, isso foi extremamente desafiador. Foi mais difícil não saber tudo, ter só o que o personagem era capaz de dizer”, conta Carla. “É um livro sobre o abandono. Sobre a condição humana, sobre as mordidas da vida que não controlamos”.

Nos 12 primeiros encontros das personagens Biá e Olívia, o leitor se verá enredado por uma história cheia de lacunas. Vai experimentar, como a própria Biá, as intensidades da perda de memória, marcada ora pelos esquecimentos, ora pelas lembranças salientes. Será preciso degustar cada tesouro que emergirá dos encontros e das anotações feitas por Biá, mesmo que tomado pela angústia de não poder compreendê-los ainda.

Desta maneira, nos capítulos iniciais, o leitor vive a angústia da personagem, de conhecer as consequências de alguma coisa sem conhecer a circunstâncias. Depois, vem a história, na qual tudo emerge e o leitor vai vivendo a possibilidade da empatia. “E é assim que funciona na vida, se não olhamos para as pessoas com um pouco de escuta, nós julgamos. Se topamos conhecer a história do outro, acolhemos sua condição humana”, acredita Carla.

 

 

Carla Madeira na Mídia:

 

09/12/2014: Carla Madeira em Tudo é rio

10/12/2014: Publicitária Carla Madeira lança primeiro livro, ‘Tudo é rio’

10/06/2015: Tudo é Rio

05/01/2018: Os melhores livros de 2017, por Simone Pessoa!

25/06/2018: Carla Madeira foi a convidada do Rodas de Leitura em Caeté

06/07/2018: Rodas de Leitura leva a escritora Carla Madeira a unidade prisional de Caeté

02/08/2018: “Tudo é rio” é daqueles livros que, ao ser terminado, dá vontade de começar tudo de novo 

05/08/2018: Carla dá até raiva na gente. Como assim, um livro de estreia tão potente, tão perfeito, tão pronto? 

05/08/2018: Martha Medeiros: “Carla Madeira é a revelação literária do ano” 

07/08/2018: Carla Madeira autografa “Tudo é rio” e lê trechos de “A natureza da mordida” no C.A.S.A.

30/08/2018: Carla Madeira autografa ‘Tudo é rio’ na Livraria da Rua

30/08/2018: Carla Madeira comemora sucesso de “Tudo é Rio”

04/09/2018: Tudo é rio 

10/10/2018: Tudo é rio, de Carla Madeira. Excelente! 

12/10/2014: Lançamento do livro “Tudo é rio” (Editora Quixote)

16/11/2018: Lançamento: “A Natureza da Mordida” de Carla Madeira, da Quixote + Do, 22/11

21/11/2018: A natureza da mordida, de Carla Madeira

22/11/2018: Publicitária Carla Madeira lança o romance A natureza mordida em BH 

22/11/2018: Lançamento do livro “A natureza da mordida”, de Carla Madeira 

29/11/2018: Carla Madeira lança “A Natureza da Mordida” 

07/12/2018: Carla Madeira Lança 2º livro 

08/03/2019: Resenha nº 146 – Tudo é Rio, de Carla Madeira 

15/03/2019: Em seu segundo romance, a escritora mineira Carla Madeira faz uma ode à literatura

15/03/2019: As dores da alma

Carla Madeira na Editora Quixote-Do:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *